sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Qual música me faz lembrar você?

Oi, gente! Tudo bem?
Estou animada com o projeto de hoje, que é o "Qual música me faz lembrar você?"
Sobre o projeto: quem nunca ouviu a frase:A primeira impressão é a que fica- e sempre quando essa impressão fica,acabamos por fazer algumas associações,pois muitas vezes a pessoa que nos fez demonstrar interesse/curiosidade, acaba por atiçar nossas lembranças.



Pensando nisso,o projeto consiste em ver como uma pessoa enxerga a outra,com base nas publicações de cunho pessoal que nossas colegas blogueiras fazem em seus blogs!Pois um determinado gosto para filmes,roupas e até opiniões mostram um pedacinho de cada uma.Mas não será escrevendo um texto sobre,mas sim escolhendo uma música em especial,que trás a tona tal associação a imagem/personalidade da pessoa,da forma que interpretamos (sem julgar).

Porém não é apenas escolher a música por conta do ritmo bacana,mas por conta da letra (por isso que é importante avaliar a letra,pois muitas vezes o conteúdo dela pode ser ofensivo),estilo visual da banda, e até mesmo o contexto geral do vídeo-clipe!E o mais bacana de tudo isso,que por conta dessa avaliação de personalidade,vamos acabar por conhecer umas as outras!

Vamos tentar?!


Começando com a Marcela (Cinderella Smile)
Ela tem tanta energia e atitude quanto essa música, e pelo o que vi ela também é fã de After Forever! Face Your Demooons \m/


Elen (Femme Toilet)
Apesar de a Elen não ter nada de "selvagem", ela me transmite uma sensação de pessoa livre, tal como a Born to be Wild!


Zaleska (Estranheza Peculiar)
O gosto dela para as coisas mais macabras e misteriosas me faz lembrar da Black No 1 do Type O Negative, minha favorita do Type :D


Mayara (Oh May Goth)
Pelo o que eu vi a May curte muito Dio, eu também adoro, então sail on sing a song carry ooon WE ROCK!

Espero que as meninas gostem das minhas escolhas!
Um beijo e até o próximo post :*

Confira os posts das Blogueiras S/A: Cinderella Smile - Femme ToiletEstranheza Peculiar - Oh May Goth

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Eu, eu mesma e minha vaidade

Oi, gente! Tudo bem?
O projeto de hoje é o "Eu, eu mesma e minha vaidade".


Sobre o projeto: quando ouvimos a palavra Vaidade sempre associamos a produtos de beleza e cosmética,nem sempre vem de primeira o nosso "desabrochar" diante do espelho e nossa beleza única.Pensando nisso o B-S/A decidiu realizar mais um projeto para reflexão: Em qual momento de sua vida a sua real vaidade desabrochou? Aquela vaidade sem padrões estéticos,sem cobrança social e sem cobrança própria? Quando a auto-valorização veio e o que você pensa a respeito disso? Caso não,o que pensas de fato sobre?


Bom, desde que comecei a me importar com minha aparência, lá pelos 12 anos, meu principal objetivo era refletir minha personalidade através da minha imagem. Claro que as atitudes também contam muito, disso eu sempre soube, mas eu simplesmente não conseguia usar alguma coisa que não dissesse pelo menos um pouquinho de quem eu era. Apesar de sempre ter estado acima do peso, isso nunca me incomodou ou me atrapalhou nas interações sociais. Havia sim cobrança por parte da família, mas era aquela coisa de pais que se preocupam com a saúde dos filhos. 

Eu com 15 anos
A fase da adolescência foi muito impactante pra mim, pois acontecia tudo muito rápido, muitas mudanças internas e externas. Com tudo, eu nunca pude ter o estilo que eu realmente gostaria por muitos motivos, (entre eles uma certa "censura" dos meus pais, eles aceitavam coisas básicas e hoje em dia eu os compreendo perfeitamente) mas eu me virava como conseguia com minhas saias longas, minhas botas e meu lápis preto. 
Eu me lembro de ter vivido uma fase em que me eu me arrumava o máximo que conseguia para ficar... em casa :p Mas era só assim que eu me sentia eu mesma.

Sempre recebi críticas por gostar do que eu gostava, ser como eu era, mas nunca mudei por ninguém. Nunca segui regras de moda, usava como gostava e isso me trazia uma sensação de liberdade.

Depois da minha primeira gravidez, deixei a vaidade e os cuidados com minha aparência de lado. Passei por muitas coisas e não tinha mais ânimo ou tempo para me arrumar. Minhas roupas mudaram (tinha emagrecido e as antigas não serviam) e isso me deixava mais desanimada, sentia que estava vivendo dentro de outra pessoa, e demorei até prestar atenção em mim novamente.


Sdds verdinho...
Recuperei minha vaidade e fiquei ainda mais feliz com ela quando pintei o cabelo de verde. Era uma coisa que eu sempre tive vontade de fazer.

Quando engravidei de novo, "me abandonei" mais uma vez, porém, foi apenas durante o período de gestação. Hoje em dia posso dizer que tento cuidar de mim. Ainda não está como eu gostaria, mas posso dizer sem medo que estou me sentindo "eu", e descobri que não preciso de muito para me sentir assim, que "ser você" está muito mais nas atitudes do que na aparência, mas que quando você está feliz com sua imagem, SEJA ELA COMO FOR, você se sente completo.

Confira os post das Blogueiras S/A: Cinderella Smile - Femme Toilet - A Rock Girl - Diva Alternativa 

Um beijo e até o próximo post! :*

sábado, 15 de agosto de 2015

TAG: Eu Amo/Odeio

Oi, gente! Tudo bem?
Fui "tagueada" pelo pessoal do Glam Groupies, a TAG da vez é a "Amo/Odeio".


 As regras da TAG são:
- Mencionar 10 coisas que você ama e 10 que você odeia.
- Indicar 10 blogs para responder (coisa difícil nos dias de hoje!)
- Usar a imagem da TAG no post.
- Colocar o blog de quem te indicou.

AMO
1 - Minha família! <3
2 - Música, principalmente metal.
3 - Doces, principalmente chocolate ao leite!
4 - YouTube, sou viciada em alguns canais :3
5 - Games, principalmente jogos de simulação e estratégia.
6 - Ler e escrever.
7 - Cantar! Não fico um dia sem cantarolar pela casa xD
8 - Filmes, séries e desenhos, Nunca se é velho para os desenhos!
9 - Dormir, principalmente naqueles dias/noites frios e chuvosos.
10 - Saber mais sobre outras culturas.


ODEIO
1 - Gente arrogante, argh!
2 - Preconceito, todo tipo.
3 - Drama.
4 - Fanatismo (seja por artistas, pessoas, religiões...).
5 - Violência.
6 - Acordar muito cedo. Não dá!!!
7 - Ficar sem internet :(
8 - Ficar doente, fico neurótica.
9 - CAGA REGRAS!
10 - Competições inúteis do tipo "Rio x SP" ou "Quem me odeia é recalcada".


Nossa, não sei se vou conseguir 10 blogs para responder a TAG, então deixo aqui o convite a todos que quiserem responder! Um beijo e até o próximo post :*

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Pesquisas Remuneradas Confiáveis

Oi, gente! Tudo bem?
Uma coisa muito comum na internet são os anúncios e propagandas de pesquisas remuneradas, não é? A oferta de receber alguma coisa só para darmos nossa opinião parece bem tentadora e fácil... mas será que é confiável? Seria alguma fraude? Vírus? Felizmente, nem todas! Porém, basta uma pesquisada rápida no Google e a gente encontra centenas de sites que prometem todo tipo de remuneração em troca de alguns minutos de nossa atenção frente ao computador ou smartphone. Dentre tantas opções, fica difícil escolher! Por esse motivo, decidi escrever esse post contando as minhas experiências com alguns desses sites e espero que possa ajudar você que se encontra em dúvida perante tantos sites disponíveis.
Para começar, devo advertir vocês que nem tudo é assim tão simples e não é "apenas" sua opinião. Esse tipo de pesquisa é muito importante para empresas que querem desenvolver um novo produto ou saber o tipo de público alvo que ela tem. Também é importante que você saiba que é preciso dedicar muito tempo para juntar pontos que poderão ser trocados por vale-compras ou dinheiro. Lembrando que NUNCA devemos mentir sobre nós ou comentar o conteúdo das pesquisas!



Como funciona: primeiramente devemos nos cadastrar inserindo nosso e-mail e dados pessoais. Após preenchermos nosso perfil, as pesquisas começaram a aparecer via e-mail ou na "home" do site de pesquisas. Ao abrirmos a pesquisa, passamos primeiro por um filtro para sabermos se a pesquisa é adequada ao nosso estilo de vida. Caso passemos no filtro, seguimos para as perguntas da pesquisa, caso não passemos, a pesquisa é encerrada ali. Ao concluirmos a pesquisa, os pontos serão creditados em nossa conta do site e poderão ser acumulados conforme formos respondendo mais pesquisas. Depois de juntarmos uma quantidade "x" de pontos, poderemos trocar pelo tipo de premiação disponível no site, como por exemplo vale-compras em lojas virtuais, dinheiro (que será enviado a sua conta no PayPal), entre outros. Cada site tem uma política diferente em relação a premiação, então fique atento a essa parte e consulte sempre o FAQ (ou Perguntas Frequentes). Após o pedido de troca dos pontos, leva um tempo para que o prêmio seja liberado.

Nome do site: Qualibest.
Pontos: no Qualibest são chamados de "Qs". Cada 10Qs = R$0,50.
Tipo de premiação: vale-compra, cursos online, brinquedos e crédito para celular.
Prós: a troca geralmente é rápida e se você quiser pode doar os Qs (que serão revertidos em reais) para a AACD. Você  também pode trocar seus pontos por cupons para sorteios de prêmios grandes, como Iphones, por exemplo.
Contras: a quantidade de pesquisas é menor do que nos outros sites e acabo demorando mais tempo para juntar uma quantidade de pontos suficiente para trocar por alguma coisa.

Nome do site: Mundo de Opiniões
Pontos: a cada 2000 pontos = R$20 (vale-compras) ou 1000 pontos = U$5 na Amazon.
Tipo de premiação: vale-compras.
Prós: a quantidade de pesquisas é grande, a troca é rápida e também é possível fazer uma doação beneficente sempre que concluir uma pesquisa! Também ocorre um sorteio trimestral.
Contras: sinceramente, não encontro nenhum contra para o Mundo de Opiniões, apenas acho um pouco chato de mandarem no e-mail a chamada para uma pesquisa que a gente já respondeu.

Nome do site: Toluna
Pontos: a cada 32000 pontos = R$20.
Tipo de premiação: vale-compra, depósito no PayPal, crédito para celular.
Prós: também tem uma boa quantidade de pesquisas, sorteios e "presentes virtuais" que podem se tornar realidade. Além disso, tem um área de testes de produtos, onde você se inscreve para tentar ser escolhido para testar algum produto de uma empresa parceira do Toluna. Também tem bastante meios para interatividade entre os membros.
Contras: pode demorar de 2 a 8 semanas para seu prêmio ser liberado.

Nome do site: Panel Station
Pontos: a cada 3000 = R$20.
Tipo de premiação: vale-compras, depósito no PayPal e doações.
Prós: boa quantidade de pesquisas, você também pode trocar pontos para participar de sorteios onde você pode ganhar até R$1000.
Contras: a troca demora 8 semanas.

Nome do site: Conectaí
Pontos: a cada 6000 = R$30.
Tipo de premiação: vale-compras, cursos pagamento de contas, créditos para celular e itens diversos.
Prós: a variedade de produtos para a troca é bem vasta.
Contras: a quantidade de pesquisas é pequena.

Nome do site: Livra Pesquisas
Pontos: a cada 1650 pontos = R$25.
Tipo de premiação: vale-compras, crédito para celular, itens diversos e doações.
Prós: variedade grande de produtos para troca, além disso você pode trocar pontos por crédito em jogos do Facebook.
Contras: a frequência de pesquisas poderia ser maior.

Nome do site: Ipoll
Pontos: pagam em dólar, porém cada pesquisa tem um valor diferente.
Tipo de premiação: depósito no PayPal, cartão Rixty (jogos online) e doações.
Prós: pagam em "dinheiro".
Contras: você só pode "sacar" após atingir a quantidade de U$25, o que dá nos dias de hoje cerca deR$90 e a quantidade de pesquisas também é pequena.

Nome do site: Nicequest
Pontos: no Nicequest os pontos são chamados de "caracóis" e a cada 230 caracóis = R$25.
Tipo de premiação: vale-compras, cursos online, itens diversos, créditos de celular e doações.
Prós: grande quantidade de prêmios e troca rápida.
Contras: você só pode fazer parte do Nicequest se for convidado por eles. O site diz: "estes convites, são enviados esporadicamente através de diferentes páginas web cujos utilizadores cumprem com o perfil que necessitamos em cada momento."


Nome do site: eCGlobal
Pontos: no eCGlobal os pontos são chamados de "eCPoints". Também existem os "diamantes" que são outro tipo de pontuação. A cada 250 eCPoints = R$5.
Tipo de premiação: vale-compras, crédito para celular, créditos para jogos, débito no PayPal e doações.
Prós: tem uma boa frequência de pesquisas.

Contras: o único contra para esse site é que pra mim, o site parece meio "pesado".

Bom, esses são os sites que participo, alguns com mais frequência que outros. Em quase todos já troquei meus pontos e até agora não tive problemas :)
Por hoje é isso, um beijo e até o próximo post!

Resenha: Rigen (antigo) Alfaparf

Oi, gente! Tudo bem? Já estava com saudade de fazer resenha!
Após o nascimento do Raul, meu cabelo ficou super fraco, somando isso ao fato de eu ter parado de fazer cronograma capilar, claro que iria dar merda, por isso, decidi comprar o Rigen. Tive sorte de encontrar a versão antiga (pote branco e azul), pois a Alfaparf mudou a composição e relançou o Rigen (pote verde) SEM colágeno! Como comprei fracionado, o creme veio em um potinho diferente:



SOBRE O CREME
Função: é um creme nutritivo para cabelos frágeis e que já passaram por processos químicos, promete hidratar intensamente e encorpar os fios.

Textura: é firma, ou seja, não escorre com facilidade, porém não é "pesada" como costuma ser a texturas dos cremes de "potão".

Cheiro: esse é meio estranho, mas não é ruim. Não é super forte, mas quem tem problema com cheiro pode se incomodar.

Modo de usar/aplicar: após lavar os cabelos com o shampoo (a Alfaparf recomenda o shampoo da mesma linha do Rigen, a linha Salone), deve-se espalhar o creme por todo o cabelo, massagear e então pentear. Deixe agir durante alguns minutos (eu deixo de 5 a 10 minutos) e depois enxaguar bem. Eu costumo usar ainda o condicionador após o enxaguar o Rigen, mas já experimentei deixar secar sem condicionar e não vi diferença.

Considerações finais: eu gostei muito desse creme, ele deixa o cabelo bem "solto", fica bem fácil de desembaraçar. Sobre encorpar os fios, não posso dizer muito pois por alguns motivos não pude hidratar o cabelo com a frequência devida, então os resultados poderiam ter sido melhores. Porém, senti sim uma mudança nos fios, como se estivessem quebrando menos e isso me deixou muito satisfeita! :) Pretendo comprar novamente quando acabar.

Onde encontrar: essa versão antiga eu comprei uma fração em uma lojinha do Face chamada "Laço Cor de Rosa" (a dona se chama Helen e tem um cabelo DIVÍSSIMO) porém parece que ela não está mais vendendo Rigen :(  A versão "nova" você pode encontrar em diversas lojas de cosméticos dentro e fora da internet.

Por hoje é isso, um beijo e até o próximo post! :*

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

4 respostas que queria dar para 4 perguntas

Oi, gente! Tudo bem?
Olha eu aqui de novo com mais projeto das Blogueiras S/A! \o/
Dessa vez o tema é "4 respostas que queria dar para 4 perguntas".



O conceito: Não é uma simples tag/projeto isso consiste em refletir e desabafar sobre coisas que já ouvimos ,nos marcaram de alguma forma e por algum motivo (respeito,falta de reação,evitar conflitos) não respondemos de forma devida (ou indevida depende muito né?!).É uma coisa legal que além de relembrarmos situações inusitadas,podemos refletir sobre nossa atitude e postura anterior,pois possuímos perspectivas diferentes das coisas com o passar dos anos.E quem sabe ajudar algum leitor que no momento viveu algo parecido?!

As questões não precisam ser apenas ligadas a moda,mas pode ser alguma situação que você se sentiu acoado e desrespeitado.E não há a necessidade de se expor de forma gritante, o intuito é fazer a coisa toda com um humor ácido e refletir sobre o poder que muitas vezes as pessoas ( e até nós mesmos) exercem por algum motivo especifico.

O foco é o nosso cotidiano,algo que vivemos de forma tão frenética que muitas vezes não há tempo para reações e muito menos raciocínio!


Nossa, são tantas as vezes em que eu queria ter dado uma "resposta malcriada" e não pude... e na maioria das vezes eu acabo esquecendo, para evitar a fadiga, sabe? Mas infelizmente algumas nos marcam para sempre, e são essas que vou contar aqui:

Situação 1: a primeira situação não é bem uma pergunta, mas um comentário. Não aconteceu só uma vez, mas várias. Primeiro devo comentar que de fato me casei e fui mãe muito cedo, apesar de já ter o desejo de ser mãe desperto em mim desde muito nova. Ao me casar, me mudei para uma casa no mesmo quintal da casa da minha sogra, então ela estava sempre por perto. Quando ela tinha tempo dava uma passadinha aqui em casa para conversarmos e ver a neta. Conversa vai, conversa vem ela me soltava um "você é muito criança ainda"...  (não dizendo que sou infantil, mas se referindo a minha pouca idade) ou um "uma criança cuidando da outra". Aquilo me deixava muito enfurecida! Mas eu respirava fundo, engolia seco e permanecia calada por respeito à ela.

O que eu gostaria de ter dito: "olha querida, a partir do momento em que eu assumi minhas responsabilidades, um casamento e estou criando minha filha melhor que muita mulher madura por aí, acho que não sou tão criança assim. E outra, ter uma idade 'x' não significa exatamente que a maturidade seja proporcional, não? Sei que sou jovem, mas estou provando que posso ser uma boa mãe! Ainda sou novata, como você já foi um dia. Acha que vai me ajudar com comentários como esses?"

Situação 2: já aconteceu comigo muitas vezes de estar em algum lugar conversando com alguém e acabar mencionando que sou casada e/ou que sou mãe, daí lá vem a velha frase "mas tão nova?". 



O que eu gostaria de ter dito: COMO SE FOSSE NOVIDADE PESSOAS SE CASANDO CEDO NESSE MUNDO! Eu sei que a tendência é que os jovens se casem cada vez mais tarde por só quererem "se juntar" depois que estiverem com a vida estabilizada, formados e com um bom emprego... mas sempre existiu e ainda existe muita gente que decide formar uma família antes de tudo isso. Minha avó e muitas avós por aí fizeram isso. Se é uma coisa tão antiga, porque o espanto?

Situação 3: sempre tem aquela pessoa intrometida querendo dar palpite na sua aparência, né? Quando pintei meu cabelo de verde, chovia gente chata dando opinião, aff! Umas diziam "ah, mas seu cabelo natural é tão lindo" ou "nossa, desse jeito vai ficar careca..." 

O que eu gostaria de ter dito: por acaso você paga meus cremes, minhas tintas ou se quer a água que eu uso para lavar meu cabelo? Não, né? Então faz o favor de não dar a sua opinião, afinal ninguém te perguntou! (ESSA EU SEMPRE QUIS DIZER MESMO!!!).

Situação 4: outra situação bem chata envolvendo gente intrometida, foi a que já relatei no post sobre meu emagrecimento. Quando estava gorda, tinha que ficar ouvindo o quanto eu ficaria melhor se emagrecesse e que eu deveria me sentir culpada por comer um doce ou alguma guloseima qualquer. Aí, quando emagreci, tenho que ouvir o quanto eu ficaria melhor se "ganhasse uns quilinhos" ou que vou "sumir" (exagero!).  

O que eu gostaria de ter dito: véi, na boa, o que você tem a ver com o meu corpo/peso? Por que a MINHA aparência incomoda tanto VOCÊ? Não precisa se preocupar comigo, se preocupe com a sua vida! :)

Confira os post das Blogueiras S/A: Femme Toilet - Cinderella Smile

Bom, essas foram as minhas situações mais comuns... e as suas quais são?
Um beijo e até o próximo post! :*

quarta-feira, 17 de junho de 2015

Que Roupa Combinamos? #4

Oi, gente! Tudo bem?
Hoje será minha primeira participação em um dos projetos das Blogueiras S/A: Que Roupa Combinamos? Que está em sua quarta parte e a peça escolhida foi a jaqueta!



Sobre o projeto: sabe aquela peça que todo mundo tem? Nós também temos! E gostamos de usar de uma forma bem irreverente, tal como nosso estilo! O projeto " Que Roupa Combinamos?" trás uma peça que todas as participantes tenham e que seja coringa na hora de montar nossos looks. É uma peça em vários looks diferentes. Cada participante com seu estilo e sua forma de usar.

Eu simplesmente adorei a ideia desse projeto e apesar de nunca fotografar meus looks, fiquei com muita vontade de participar e mostrar o meu estilo também. Como vocês já devem saber, eu sou mãe e tive que adaptar muito do meu estilo para facilitar com a rotina e as "finanças", afinal manter o estilo ~alternativo~ não é barato, na maioria das vezes. De qualquer forma, uma peça que eu nunca deixei de lado foi a jaqueta. Tenho algumas e uso muito :D A escolhida para o post foi a minha queridinha do momento: a jaqueta de couro. É incrível como ela combina com tudo e dá um ar totalmente diferente até aos mais simples looks, como é o caso do look que escolhi.

Desculpem a minha cara, mas foi uma correria para conseguir tirar essa foto! Obrigada mãe <3
Jaqueta - Queens / Camiseta - Oficina Rock / Calça - Jezzian / Tênis - Converse All Star

Enfim, um look muito simples e confortável! Também trocaria o All Star por um coturno numa boa ;)

Cofira os posts das outras participantes:

Espero que tenham curtido o look,
um beijo! =*